quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ECOLOGIA E ÉTICA


A ecologia surgiu, no campo das ciências humanas, como uma área voltada para o estudo das relações entre os seres vivos e com ela a noção de ecossistema justamente quando se colocou a necessidade de não ver os seres vivos de modo isolado, mas de perceber as interações que ocorrem nas trocas de energia e matéria, entre o meio e os seres vivos, formando ciclos e fluxos contínuos.

Aplicada a visão transformadora da educação em situações de crise, a ecologia aponta para a busca de compreensão das causas que geram o desequilíbrio nas relações entre os seres vivos, incluindo os comportamentos destrutivos dos humanos. Enquanto fundamento para uma ação educativa, essa compreensão ajuda a identificar alguns pontos onde o espaço habitado com os demais seres vivos foi desviado do equilíbrio do todo, justamente por conseguir estudar estas relações sob a visão holística. A visão ecológica, portanto, é de suma importância no estudo da educação ambiental, pois permite rever a nossa atitude sob a visão da ética que são os valores que orientam as nossas ações pessoais e coletivas, aquilo que julgamos certo e errado, o que valorizamos ou desprezamos em nós mesmos e na natureza.

Podemos ainda pesquisar, conhecer e analisar, nos inspirando em muitos exemplos de outras culturas diferentes da nossa, que criaram e ainda preservam modelos ecológicos de compartilhamento do espaço ambiental em perfeito equilíbrio. Numa visão mais abrangente, podemos afirmar que ética e ecologia são inseparáveis. Há sociedades, por exemplo, onde a natureza é alvo de uma reciprocidade, onde os sentimentos, afetos e gestos humanos se dirigem aos demais seres vivos, vegetais, minerais e outros componentes da natureza.

Dentro da proposta da Educação Ambiental, quando damos ênfase à Ecologia, estamos ressaltando o fato de que cabe a espécie humana a responsabilidade pela preservação ou destruição da vida no nosso planeta. Educação Ambiental, Ecologia e Ética juntas representam uma tendência na mudança de valores e comportamentos que são pontos fundamentais para enfrentar o caos ambiental, fruto de uma espécie de patologia maligna coletiva que contaminou a consciência humana. Aliás, que seja no mínimo amenizada já que não pode ser revertida. É tempo de pensar seriamente sobre isso não acham?

4 comentários:

Marcelo Braggion disse...

Gosto de ler este blog porque sempre me deparo com a necessidade de rever conceitos e reconstruir a forma atual com que defendo meus ideais. E esta compreensão de diferença entre ecologia e educação ambiental, aliás, essencial para qualquer tentativa de recuperação do meio, me lembra uma frase que ouvi com você pela primeira vez: "Ética é fazer o que é certo quando ninguém está vendo." Vlw Hegli, bjo!

Hegli disse...

Oi Marcelo, sempre bom te ter por aqui.
E é verdade, eu falo bastante essa frase, rs.
Obrigada pelo comentário!
Bjus
Hegli

Ana Luiza disse...

Parabéns pelo excelente portal, estou sugerindo o endereço!
Ana Luiza

Hegli disse...

Obrigada Ana Luiza!!!
Grande abraço
Hegli