terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS EMPRESAS

Saber o bê-á-bá da educação ambiental se tornou uma prioridade nos diversos setores empresariais. Falo isso porque tenho acompanhado nos últimos anos vários eventos sobre temas ambientais (até os mais técnicos e/ou voltados para área de economia) e em todos eles, os palestrantes fazem grandes previsões (positivas e negativas) em torno dos acordos ambientais mundiais como a COP, os Objetivos do Milênio (da Onu), o Pacto Global etc.

O que se percebe é que, muito em breve, as empresas que não estiverem alinhadas com estas tendências de sustentabilidade e metas que envolvem o meio ambiente de forma integral ficarão de fora de incentivos, financiamentos e outros apoios econômicos e culturais.

Porém, a educação ambiental necessita ir além do óbvio que é discutido atualmente, quase sempre de forma superficial nas empresas e nas mídias em geral. A educação ambiental contemporânea deve incentivar alterações progressivas (e drásticas) no estilo de vida de cada um e a mudança de comportamento individual através da informação só pode ser alcançada por meio da mobilização conjunta para formação da “tal” consciência ambiental.

É fundamental que as empresas (e seus colaboradores) entendam a essência das questões ambientais atuais, independente das preocupações com as normas de certificação. É mais que urgente a missão de implementar não só a GESTÃO AMBIENTAL, como também a de entender e lidar com a parte mais humana e comportamental, parte esta que se refere a EDUCAÇÃO AMBIENTAL e seus princípios.

Ver o marketing verde nas páginas das revistas e mídias corporativas é fácil, mas somente com esforço coletivo para reflexão e mudanças no dia-a-dia é que poderemos caminhar, de fato, rumo a sustentabilidade.

(o assunto continua no próximo post)

16 comentários:

Anônimo disse...

É querida colega como é dificil trabalhar com empresa,trabalho em uma empresa publica e tento mudar o mode de pensar da direção e não consigo (torneira vazando agua, consumo de papel suficite que poderia ser evitado e reutilização dos mesmos) e muitas vezes sou vista co um ETE que desaja salvar o Planeta Terra, não deixam fazer comentario em reunião a respeito do assunto... e aí o que fazer????????????????

Hegli disse...

Olha Anônimo(a), como eu disse acima: muito em breve, as empresas que não estiverem alinhadas com as tendências de sustentabilidade e metas que envolvem o meio ambiente de forma integral ficarão de fora de incentivos, financiamentos e outros apoios econômicos e culturais.
Sugiro que vc converse de forma a convencer as pessoas que tomam decisões nesta empresa que vocês estão nao podem ficar de fora das questões atuais e que iniciar um processo de mobilização ambiental poderá se tornar tb uma forma de mkt verde e que isso poderá ajudar na formação de uma imagem positiva externa e interna da empresa.
Como nao tenho muitos dados é difícil lhe ajudar nesta questão sobre "o que fazer", mas espero que nao desanime e nao deixe de tentar.
Um abraço
Hegli

Germano disse...

Direcionado para anônimo..
Primeiramente parabenizá-la pelas suas atitudes relacionadas a preservação do planeta. Também dizer que não desanime, essas suas atitudes podem demorar mas farão muita diferença. Talvez a direção não dê bola e esteja em outra, mas com certeza muitas pessoas ao seu redor já estão pensando diferente graças às suas iniciativas. Sugiro que mesmo parecendo em vão, continue falando, pedindo e até implorando, porque a sua parte estará sendo bem feita. abraço Germano.
Parabenizo também a Hegli pelo texto uma vez que todos os setores da sociedade precisam ter esse foco que você mencionou e as empresas tem papel fundamental no processo.

Hegli disse...

Oi Germano, parabéns a vc também que nunca desistiu de batalhar, mesmo comtantas adversidades aí na tua região.
E por divulgar teus boletins peiodicamente com dicas e lembretes importantes a todos nós.
Poderia se animar e criar um blog tb né colega!?
Um abraço e obrigada

Tânia Aversi disse...

Hegli, seu texto é muito pertinente. Traduz o cenário e as reais demandas por uma Educação Ambiental nos ambientes corporativos. As pessoas estão querendo sim contribuir para a sustentabilidade da nossa "CASA", mas não sabem como fazê-lo. Sou especialista em Educação Ambiental e projeto intervenções em escolas, ONGs e empresas visando a capacitação de educadores ambientais informais. O objetivo dos cursos e palestras é sensibilizar e mobilizar pessoas, e não apenas funcionários, a assumirem sua co-responsabilidade em relação a manutenção da vida e a se tornarem multiplicadores da ideia. Há muito o que se fazer, não acha?

Hegli disse...

Tânia, concordo plenamente. Também sou especialista em Educação Ambiental e acho que é aí que está o diferencial, não somos formadas em Gestão Ambiental.
Acredito que a nossa formação contribui para o fato de queremos formar, informar, sensibilizar e mobilizar "pessoas" e não apenas funcionários, alunos, professores, executivos...
Obrigada pelo seu comentário!
Abraço
Hegli

Tania Aversi disse...

Hegli, preciso citá-la em um texto e não estou conseguindo o seu sobrenome. Poderia me informar?

Edson disse...

Olá,
sou pedagogo empresarial em uma estatal; fui convidado para trabalhar na área de Responsabilidade Sócio-ambiental; gostaria de fazer uma Especialização em Educação Ambiental. Existe uma Lei colocando a obrigatoriedade nas emresas? Em quais aspectos? O que se pode fazer nas empresas?
Att.; Edson edson.damiao21@gmail.com

Edson disse...

Hegli,
sou pedagogo empresarial em uma estatal; fui convidado para ir para a área de Responsabilidade Sócio-ambiental; como está a questão da Lei de Educação Ambiental nas empresas? O mercado da Educação Ambiental? O que podemos fazer com EA no mundo corporativo e em escolas?
Abrçs.;
Edson
edson.damiao21@gmail.com

Hegli disse...

Olá Edson,

Como escrevi no blog, as vezes as empresas se preparam para responder a algumas leis e auditorias da qualidade, dependendo das normas da ISO que a empresa estabelece. Em especifico a, ISO 14001 é uma norma internacionalmente reconhecida que define o que deve ser feito para estabelecer um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) efetivo. A norma é desenvolvida com objetivo de criar o equilíbrio entre a manutenção da rentabilidade e a redução do impacto ambiental; com o comprometimento de toda a organização. Com ela é possível que sejam atingidos ambos objetivos. Porém, em minha opinião, isso é muito raso para se conseguir um resultado duradouro, efetivo, pois a empresa se prepara para a visita da auditoria e não em transformar sustentável o seu dia a dia, dos funcionários e, deste modo, suas atitudes.
A sua última pergunta “O que se pode fazer nas empresas?” é um desafio. O que sempre aconselho é fazer um excelente diagnóstico em vista do que se busca. Por exemplo (básico): se for para diminuir o desperdício em geral, reduzir consumo de materiais, coleta seletiva, uso racional de água e energia, o diagnostico deverá focado nos hábitos dos funcionários na empresa e em casa, verificar o nível de conhecimento sobre o assunto, apontar pontos críticos, e assim por diante. Tb deve-se fazer um diagnóstico com os diferentes stakeholders (não sei o tamanho da abrangência da empresa em que vc trabalha). Esse é o ponto de partida, o rico material de trabalho para se colocar metas, observar as dificuldade e facilidades e batalhar os resultados. Espero ter ajudado!
Abraços

Márcia Cássia disse...

Olá Hegli, boa tarde.
Estou fazendo uma especialização em pedagogia empresarial e, para o meu projeto final quero abordar a mediação do PE na educação ambiental nas empresas. Navegando na net, descobri seu blog e estou achando ele incrivel. Textos claros e bastante pertinentes. Parabéns! Se tiver alguma dica de material para minha pesquisa, por favor me ajude. Meu e-mail é mcassia23@gmail.com. Um abraço e continue firme!

Hegli disse...

Oi Marcia, boa noite!

Que bom que gostou!
Essa era a ideia quando criei o blog, sair da liguagem rebuscada de educadores ambientais para outros educadores ambientais, afinal a nossa missão é conseguir passar uma mensagem para diversos públicos não é?

Sobre as sugestões, posso ajudar sim, apenas me detalhes mais sobre o que vc quer, o que é a pedagogia empresarial, o seu tema de TCC para eu poder ser mais específica quanto as indicações ok?!

Grande abraço e obrigada pela visita no blog. Logo voltarei a atualiza-lo.

Hegli

Anônimo disse...

Hegli,
Parabéns pelo Blog!
Estou montando um projeto de educação ambiental para a empresa onde trabalho, que tem mais de 400 funcionários. Minha necessidade é montar um bom projeto e que, principalmente, seja implementado. Para isso devo, além da parte teórica dos treinamentos, desenvolver algumas campanhas (3R’s – água, energia e papel). Você poderia me ajudar com algumas dicas?
Agradeço antecipado.

Hegli disse...

Claro que posso.
Mas vc não deixou nem o seu nome! :)
Entre em contato!
Abraços
Hegli

Marcia Gonçalves disse...

Olá Hegli, estou na mesma situação do anônimo que postou dia primeiro de Marco. me chamo Márcia e gostaria que enviasse suas dicas para mim via e mail, pode ser? marciamarcial@gmail.com

Obrigada

Jonas disse...


Boa Tarde Pessoal
Então tenho meu TCC que fiz sobre Educação Ambiental em Escolas, tenho grande vontade de tentar aplicar nas escolas aqui de Dois Vizinhos-PR, mas tenho receio em tentar. Gostaria de saber uma opinião de vocês.

Obrigado